Apesar do cansaço após o título da Copa Sul-Americana, o Athletico, jogando com o time titular, segurou o São Paulo nesta quarta-feira (24), no Morumbi, e empatou sem gols na 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O ponto fora de casa foi tratado como uma vitória pelo Furacão, que agora soma 42 pontos, a cinco da zona de rebaixamento.

“Um jogo extremamente difícil fora de casa. A gente vem de uma final, de quase dois dias comemorando. Conseguimos nos defender bem e, dentro do nosso propósito, voltamos com um ponto para casa”, analisou o zagueiro Thiago Heleno.

O Athletico atuou praticamente toda a partida com um ritmo truncado e se desvencilhando das investidas do São Paulo. As chances do lado rubro-negro foram poucas, enquanto as do Tricolor só não se transformaram em gol porque faltou capricho nas finalizações ou então pararam nas mãos do goleiro Santos. Em uma delas, no primeiro tempo, o arqueiro fez uma boa defesa em um chute de Rigoni.

+ Veja como foi o jogo no tempo real!

Ainda na primeira etapa, a equipe perdeu Renato Kayzer em um lance polêmico. O atacante saiu de campo chorando e foi substituído por Pedro Rocha, depois de sofrer uma entrada dura de Reinaldo. O jogador do São Paulo acertou o tornozelo do jogador atleticano e levou cartão amarelo, o que revoltou os atletas do Furacão que pediam o vermelho, mas o árbitro Leandro Vuaden não solicitou a revisão do VAR.

No segundo tempo, o Rubro-Negro travou um pouco mais as tentativas do São Paulo e, mesmo desgastado, conseguiu garantir um ponto fora de casa.

O próximo compromisso do Athletico é no domingo (28), contra o Corinthians, às 16h, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Quero Meu Poster
Provided by UmDois Esportes
Participe da conversa!
0