A mim foi direcionada a seguinte pergunta nesta semana de decisão: “Palmeiras x Flamengo é a maior final da história da Libertadores?”

Minha resposta foi, e é, não. Um sonoro não. E por que não? A resposta mais simples volta pouco no tempo, a 2018, quando Boca Juniors e River Plate decidiram o título continental.

Aquela final, por linhas tortas, acabou por alcançar repercussão ainda maior, com o segundo jogo sendo levado para a Espanha. Sim, o Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, abrigou o segundo e decisivo cotejo.

Para quem não se lembra, o duelo dos dois maiores clubes do futebol argentino ocorreu na última decisão de Libertadores com pelejas de ida e volta. E, no segundo confronto, incidentes envolvendo a torcida do River inviabilizaram a partida, adiada e transferida para a Europa.

Independentemente disso, os dois são internacionalmente mais conhecidos do que qualquer clube brasileiro. Sim, historicamente os rivais “hermanos” trabalham melhor a imagem fora do próprio país, são mais famosos.

E acumulam mais títulos do que qualquer clube do Brasil. O Boca não dança a Libertadores há 14 anos, mas já a ergueu seis vezes, perde apenas para outro argentino, o Independiente, que soma sete conquistas. O River chegou a quatro, duas recentes, na década passada, além de ter perdido por pouco em 2019.

Flamengo e Palmeiras demoraram a ganhar a primeira Libertadores, os rubro-negros em 1981, levando 38 anos para repetir o feito. Os alviverdes só chegaram lá em 1999, tendo que esperar 21 anos para alcançar novamente o título.

Antes da final desta temporada, os mais recentes campeões somam quatro conquistas, portanto. Cada um tem o mesmo que o Atlético Nacional da Colômbia, menos do que o Olimpia e os dois maiores uruguaios, Peñarol e Nacional.

Além disso, o Estudiantes, que passa longe de ser um dos maiores clubes da Argentina, tem quatro títulos. Ou seja, somados os finalistas de 2021 só conseguirão ultrapassá-lo após o jogo deste sábado em Montevidéu.

O domínio dos clubes brasileiros, até pelo aspecto econômico, atualmente é inquestionável. Mas a história mostra que Flamengo x Palmeiras não é a maior das decisões do desejado torneio. Tomara que seja um ótimo jogo.

Participe da conversa!
0